Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Weeds’ Category

Aberturas Weeds

Uma das coisas que achei mais interessante em Weeds foi o fato de que a abertura da série teve a sua música principal cantada por diversos artistas diferentes a partir da segunda temporada. Versões instrumentais, mexicanas ou remixadas, todas acrescentaram um elemento a mais à série tornando-a ainda mais diferente.

Ontem passeando pelo You Tube, achei esse vídeo que agrupa todas as músicas que a série já teve, partindo da música original de Malvina Reynolds, até a versão de Billy Bob Thorton que foi utilizada no quinto episódio da terceira temporada. Todas são muito boas, mas as melhores para mim são Jenny Lewis e Johnathan Rice, The Submarines e Charles Barnett.

 Parte 1 – Músicas:
– Malvina Reynolds(toda a primeira temporada)
– Elvis Costello (2×01)
– Death Cab for Cutie (2×02)
– Engelbert Humperdinck (2×03)
– Kate e Anna McGarrigle (2×04)
– Charles Barnett (2×05)
– Aidan Hawken (2×06)
– Ozomatli (2×07)

Parte 2 – Músicas:
– The Submarines (2×08)
– The Polyphonic spree (2×09)
– Regina Spektor (2×10)
– Jenny Lewis e Johnathan Rice (2×11)
– Randy Newman (3×01)
– Angelique Kidjo (3×02)
– Kinky (3×03)
– Donovan (3×04)
– Billy Bob Thornton (3×05)

Read Full Post »

Assim não pode, assim não dá!

E mais uma vez o melhor momento de Weeds ocorre justamente no seu final. Será que o Peter vai realmente prender a Heylia? Aliás, não entendi qual foi a discussão que ela teve com Conrad. O cara vai até ela, fala da sua idéia e, depois de ser rejeitado, vai procurar por alguém que vá ajudá-lo e ela reclama? Diz que foi traída? Tá certo que pode não ter gostado de vê-lo cultivando maconha e ganhando mais do que ela, mas não use outros fatos como desculpa…
Também não gostei muito daquela história do povo da vizinhança ir contra a Celia. Será que depois da batida que o Peter fez em Agrestic ao prender os traficantes armênios eles não perceberam que a vizinhança é perigosa? Que a vizinhança comercializa drogas? Como é que eles ficam preocupados em “aonde meu cachorro vai passear?” Não me entendam mal, eu amo cachorros, mas eu não entendo como os donos podem dar mais valor para um parque, do que para uma área livre de drogas…

Por fim, gostei da participação do Snoop Dog. Bem… er… convincente!

WEEDS – 2#08 “MILF Money” exibido pelo GNT

Read Full Post »

Ontem o cansaço falou mais alto e acabei perdendo o episódio de Weeds. Qual não foi a minha surpresa ao procurar na programação do canal do GNT e verificar que o programa não tem nenhuma mísera reprise.

Agora vem cá, tá certo que essa temporada está sendo reexibida, mas o que é que custa arranjar um horário para reprise? Já não basta passá-la às 11:30 da noite?

Read Full Post »

Campanha "Mudem-Weeds-Para-Uma-Hora"

Alguém mais acha que Weeds deveria ter mais tempo de duração? Sempre que o episódio começa a ficar bom, ele acaba. É até certo eles acabarem os episódios com um gostinho de “quero mais”, mas isso já está ficando chato. Em “Crush Girl Loves Panic”, por exemplo, a discussãp entre Conrad e Peter durante o almoço com Nancy foi muito rápida. Acho que a série poderia ganhar mais meia hora, fácil, fácil. Pelo menos ela tem qualidade para isso.
Elizabeth Perkins nem se destacou muito nesse episódio: apenas a hora em que discute com o maquiador foi boa. O resto foi mediano. Aliás, falando na Celia, alguém mais acha um absurdo o que ela está passando? Tá certo que a mulher é cruel com a filha, gosta de arranjar encrenca e tudo mais, mas ela tá com câncer, gente! Ela precisa de alguém que fique com ela, engolindo sapos e tudo o mais. É sacanagem vê-la sendo ignorada por Nancy, brigar com o marido e com a filha e ainda ter que ficar disputando a prefeitura com o Doug…

Enquanto isso, Andy descobre que as santinhas são as que mais surpreendem. Foi hilário quando a judia aparece usando um cinto com uma prótese peniana e Andy se desespera ao vê-la: “Não seja tão maricas”; “Eu pensei que a intenção fosse justamente essa”. Ótimo!

WEEDS – Episódio 2#06 “Crush Girl Loves Panic” exibido pelo GNT

Read Full Post »

Vizinhança mais tranqüila

Parece que eu não fui o único a achar um absurdo o Shane ter perdido a sua virgindade aos doze anos. O professor do garoto fez questão de chamar um responsável assim que viu o garoto contando a sua aventura aos seus amiguinhos. Uma pena que esse responsável tenha sido justamente o Andy, o adulto que o levou para o “centro de perdições”. Nem é preciso dizer que o tio, como sempre, escapou pela tangente.
Apesar de adorar a Elizabeth Perkins, eu devo dizer que o destaque desse episódio foi Mary Louise Parker em seu desespero crescente. Começou com a discussão que teve com a Celia, para depois lidar com o pai da Megan que bateu no Silas. Aliás, qual é a desse Silas? A namorada tinha o futuro pela frente com a faculdade de Princeton, mas o garoto não hesitou em tirar isso dela ao fazê-la engravidar “acidentalmente”. E agora que ela foi embora, quero só ver como ele vai lidar com isso…

Já o presente que Peter deu a Nancy, uma vizinhança limpa, terá boas complicações no futuro. Afinal de contas, não vai demorar muito para os traficantes armênios sairem da cadeia e irem atrás da dona de casa que foi a responsável pela prisão deles.

Ou será que esse tipo de coisa só acontecesse no nosso Brasilzão?

WEEDS – Episódio 2#05 “Mrs Botwin’s Neighborhood” exibido pelo GNT

Read Full Post »

Aos doze?

O mais interessante do episódio “The Plant” de Weeds foi o fato de Shane ter tido a sua primeira vez aos doze anos. Já tinha ficado um pouco impressionado só pelo fato dele já estar se masturbando, mas eu até relevei o assunto, já que o mundo está mudando e as crianças estão ficando cada vez mais maduras sexualmente. Mas quando percebi que o Andy quis levá-lo para um… hã… “centro de perdições” fiquei um pouco chocado com isso. Afinal de contas, nos meus doze anos a minha única preocupação era assistir Pokemon. Assistindo a esse novo episódio eu reparei que o mundo está realmente mudando. É triste observar que a criança está deixando de ser criança para se tornar um mini-adolescente…

Pelo menos tivemos Elizabeth Perkins em mais um grande momento ao discutir com a executiva que queria Isabelle como sua modelo de linha para jovens gordinhas: “A sua filha tem potencial para ser uma boa modelo”, “Ah, isso é maldade!”. Quem diria que as pessoas que elogiavam Perkins estavam tão certas! Já é a minha candidata favorita para levar o Emmy (embora as chances de que ela vá vencer são quase impossíveis).

E qual é a da Nancy? Será que ela não percebeu que agir como uma traficante é perigoso? Quero só ver como será a relação dela e do outro traficante que já fazia negócio pela vizinhança…

WEEDS – Episódio 2#04 “The Plant” exibido pelo GNT

Read Full Post »

Bananas?

Aquela conversa entre Andy e Shane foi obviamente a parte mais engraçada do episódio. Foi hilário ouvir as dicas que o tio dava ao sobrinho sobre os melhores jeitos de se masturbar, ainda mais quando ele falou das bananas. Uma alternativa bastante… hã… criativa. Mais engraçado ainda foi a conversa que Nancy tentou ter com o filho: “É perfeitamente natural as mudanças em seu pênis”, “O que é perfeitamente natural?”, “Aquela coisa que sai quando você mexe nele”. Parabéns para Mary Louise e Alexander Gould!

E eu sei que já está ficando um pouco chato em bater sempre na mesma tecla, mas como a Elizabeth Perkins está hilária, hein? Aquela discussão que teve enquanto fazia ginástica de manhã foi ótima! Um Emmy já para ela! Agora! Right away! Por sinal, queria saber se ela sabe sobre a “profissão” da Nancy. Achei que ela sabia, mas fiquei em dúvida depois daquela conversa que ela teve com a dona de casa quase no final do capítulo.

Quanto ao agente que descobriu que ela era traficante. Bem… Pode-se dizer que casar em Las Vegas sempre causa arrependimentos futuros.

WEEDS – Episódio 2#03 “Last Tango In Agrestic” exibido pelo GNT

Read Full Post »

Older Posts »