Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Gossip Girl’ Category

Se episódio passado eu já achava o pior de todo o programa, esse segundo capítulo da nova temporada realmente me fez mudar de idéia: esse sim é o pior. A maior utilização de clichês e previsibilidades por minuto quadrado. Ficou tão ruim que os roteiristas só podem estar em uma disputa bizarra para ver quem consegue ser o pior escritor da série.

Eu já comecei a hesitar quando Serena e Dan resolveram um tempo pra pensar logo depois de transarem e passarem a noite dormindo na praia. Então eles ficam juntos, mas decidem se separar para pensar na relação deles? O que é isso? Dawson’s Creek all over again… Chega! Vocês não são adolescentes tão verborrágico quanto os garotes de Cape Side. Então, não tentem porque não vai dar certo.

Mas o pior de tudo, foi ver a seqüência de momentos típicos de um casal flertando “sutilmente” um com outro. Tem espaço para tocar os dedos acidentalmente e se corarem de vergonha (Meu Deus, vocês acabaram de dormir juntos!), comer um morango com calda de chocolate de forma sedutora e ainda lamber os dedos, e por fim, levantar do seu assento e o ônibus sacolejar e cair no colo do seu querido. É muita originalidade pra uma série só!

Antes Gossip Girl era deliciosamente trash, mas agora ela é só trash. A cada episódio que passa ela só perde pontos. Só a Blair para salvar o dia com a sua ótima frase “foi só eu mostrar para ela quem eu sou que deu tudo certo”. Só espero que não estraguem a personagem dela também…

Anúncios

Read Full Post »

Depois de uma temporada regular, era esperado que Gossip Girl voltasse com tudo, não é mesmo? Até mesmo a campanha publicitária da série vinha apelando para cenas sensuais. Logo, o mais normal era que o episódio fosse no mínimo bom, certo? Errado! Muito errado. Gossip Girl já estréia com o pior episódio do programa.

Se você acompanhou a minha “cobertura” aqui no blog do primeiro ano vai perceber que eu até simpatizava com a série e de que ela tinha voltado com bons episódios depois da famigerada greve dos roteiristas. O problema foi nos dois episódios finais do seriado em que os roteiristas tentaram dar os nós nas algumas tramas do programa, mas acabaram errando tudo ao não fechar nenhuma história de forma decente, nem dar um gancho direito para cada uma delas.

Por isso, pensei que eles pudessem criar novas histórias nesse primeiro episódio para que isso se desenrolasse melhor no decorrer dessa temporada. Mas praticamente nada aconteceu. Por exemplo, Serena e Dan voltaram: que choque (a maior surpresa disso mesmo vai ser como os dois atores vão reagir se o rumor de que eles se separam vive rondando os bastidores da série). Pior do que isso só mesmo o twist do namorado da Blair seguindo uma linha meio Julia-Stiles-num-recente-filme-teen.

Esperemos pelo próximo episódio. Pelo menos, não tem como ser tão ruim quanto esse.

Read Full Post »

Na última batalha, a mais disputada de todas, Blair conseguiu superar a malvadeza de Wilhelmina pelo título de mais bitch do mundo das séries. Foram oito votos a favor da Queen B, e apenas quatro para a diretora de arte da revista Mode. Pessoalmente, achei que a Wilhelmina fosse ganhar, mas tenho que concordar que a Blair merece o título.

Essa semana, a disputa muda de foco. Se anteriormente nós visitamos o mundo dos populares e poderosos, agora a gente vai para o completo oposto. Os homens assumem o lugar dessa vez, dando início a disputa dos nerds: Sheldon, de The Big Bang Theory, contra Hiro Nakamura, de Heroes.

Os dois já provaram o motivo de suas “nerdices”. Sheldon vive citando experiências científicas como metáforas do dia a dia, corrige seus amigos, usa roupas com referências à personagens do mundo dos quadrinhos, não perde tempo em esnobar os outros e fazê-los ter certeza de sua inteligência. Já chegou ao cúmulo de aprender mandarim só para poder enfrentar o chef de um restaurante chinês sobre o porquê de sua comida sempre vir errada. Para Sheldon, ser nerd não é só um estilo de vida, é praticamente uma religião.

Hiro também não pode ser deixado para trás. Sua fixação em querer salvar o mundo e as suas freqüentes observações para ver como o seu “eu” dos quadrinhos reage em determinadas situações são a base desse personagem que parece personificar o significado da palavra “nerd”. Além de ter trabalhado no setor de informática na empresa de seu pai, o herói ainda faz referências à séries nerds e seu grito de guerra é citado por 4 entre 5 fãs nerds do mundo das séries.

E então? Quem você acha que deve vencer essa?

Read Full Post »

Na disputa passada, Melinda Gordon de Ghost Whisperer não teve muitos problemas em manter seu status de musa do trash: perdeu unanimamente para Allison Dubois de Medium na categoria “mulheres que falam com mortos”. Foram cinco votos a zero. Parece que a sra. Dubois pode resmungar o suficiente que mesmo assim não conseguirá se tornar tão odiada quanto Melinda.

Essa semana a disputa continua nas mãos entre as mulheres. Por falar em mulheres, não pense que a batalha vai ser tão tranqüila. Quem disse que mulher é um sexo frágil, com certeza não estava pensando em Wilhelmina Slater, de Ugly Betty, e Blair Waldorf, de Gossip Girl.

A primeira faz de tudo para se tornar a editora-chefe da revista Mode, a bíblia dos fashionistas. E não mede esforços para conseguir o que quer, seja aliando-se a uma transexual filha de um dos donos da revista (sem se preocupar em pensar num jeito de se livrar dela, assim que percebeu que não ia conseguir o que queria), manipulou Christina para que levasse um documento à polícia, incriminando Bradford Meade (dono da editora da revista), virou amante do próprio e ainda o manipulou para conseguir o divórcio, tudo isso sem se esquecer do seu look e de suas rivais no mundo da moda, como a italiana Fábia. Wilhelmina não dá ponto sem nó!

Blair também não fica para trás. Para manter o lema da família Waldorf, Blair não aceita ser contrariada: está sempre certa e quer que todos tenham certeza disso. Infernizou a vida de Serena colocando todos contra a loirinha, fofocou que ela visitava uma clínica de reabilitação, fez Jenny quase ser presa pensando que tudo era só uma brincadeira, massacrou a irmã do Dan, fazendo-a perder o respeito do pai, a confiança das amigas, o namorado de fachada, entre muitos outros. Quando quer ser ruim, Blair consegue ser insuportável. E o pior: ela adora isso!

As duas prometem lutar com unhas e dentes (principalmente unhas). Qual delas é a mais bitch para você?

Read Full Post »

Parece que nem os minutos finais foram capazes de fazer o season finale de Gossip Girl um episódio memorável. Não se pode dizer que não foi um bom episódio, mas passou longe de ser um daqueles capítulos que marcam o final de uma temporada com surpresas, ganchos e tudo que tem direito.

Serena e Dan acabaram, mas alguém ainda duvida que eles vão ficar juntos? E aquela conversa do pai do Chuck com o filho foi ridícula. Parecia mais que ele estava querendo manipular e fazer a cabeça do filho, do que estimulá-lo e parabenizá-lo. Muito mal feito e forçado. Sem contar que quase não vimos Jenny, uma das melhores personagens da série. A loirinha só apareceu costurando uma roupa e fim. Um final um pouco prematuro para uma personagem tão boa.

Tirando essa traição de Chuck e Blair, o que mais de interessante ficou para a próxima temporada? Nada, essa é a verdade. Esperava um pouco mais de um show que se auto-intitula de OMFG…

Read Full Post »

Após o ótimo episódio passado, já esperava que esse episódio fosse um pouco mais fraco. Aliás, acho que o me decepcionou mesmo foi o tal mistério da fuga de Serena. Quando ela disse “eu matei alguém”, já esperava por alguma explicação novelesca e bombástica, mas acabou sendo um pouco menos do que eu esperava. Principalmente porque ela não matou o garoto, pelo menos não diretamente. Ou seja, os roteiristas nem tiveram força de tentar “estragar” um pouco o personagem da Serena. Agora você diz, ” Mas Marco, como assim estragar? Ela tinha acabado de transar com o namorado da amiga e ia se drogar”. É. Você está certo. Só que a Serena que a gente conheceu é essa nova, aquela que não comete os mesmos erros de antigamente. Mas talvez eu esteja sendo rígido demais, afinal a série é adaptada de um livro. Vou deixar essa passar!

O que eu não posso deixar passar, entretanto, é o final de temporada que chega a Warner semana que vem. Eu consegui fugir de todos os spoilers, mas no geral todos pareceram se decepcionar com esse último episódio. Os minutos finais, no entanto, dizem que são imperdíveis. Qual será o gancho dessa temporada, afinal de contas?

Read Full Post »

Que a greve dos roteiristas fui ruim, isso ninguém nega, mas os episódios de Gossip Girl pós-greve foram excelentes! O episódio 14 foi ótimo, o 15 o melhor até então e esse consegue desbancar todos os exibidos até agora. Veneno até o último nível, graças à presença da bitch-mor Georgina. Que mané Blair que nada, Georgina é nível pesado. Pobre Serena! E pobre Eric também. Sobrou até pro irmão da protagonista que, se não quis sair do armário, foi praticamente jogado pra fora.

Agora muito me admira os padrões das amigas da Jenny. Quer dizer então queroubar o vestido exclusivo de uma das mães delas é perdóavel, mas mentir pra não querer comprometer seu namorado não dá pra relevar? Um pouco forçado isso, não? Pelo menos tivemos a declaração-bomba que Serena contou à Blair (e a droga do Warner fez questão de “spoilar” antes). Matou alguém? Será que foi um aborto, ou Serena apontou a arma pra alguém e puxou o gatilho? É. Parece que não é bom mexer com as garotas do Upper East Side…

Read Full Post »

Older Posts »