Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Dirty Sexy Money’ Category

Saudades? Pois é, minha rotina anda muito complicada recentemente, mas pensei em um novo esquema para não deixar mais que o blog fique muito tempo sem atualizações. Agora em vez de dedicar posts individuais pra cada novo episódio de uma série, decidi reformular essa seção que já existia, adaptando-a para comentar semanalmente sobre as séries e realities que estou acompanhando. Essa primeira “leva” tem poucos programas, porque os outros estou tentando recuperar para acompanhar junto com vocês.

THE AMAZING RACE ( S13 E03 “Did You push My Sports Bra Off The Ledge?”)
Aproveito o espaço para comentar todos os episódios exibidos até agora do programa. O reality começou muito bem, com muitas duplas torcíveis, e foi até legal The Amazing Race ter começado sua corrida aqui no Brasil, apesar de terem mostrado só point de mendigos, né? Cada lugar caído que até os participantes ficaram surpresos com a situação das pessoas. Enfim, de cara já temos a dupla Terence e Sarah que são ótimos (mais pela Sarah), o casal bitch da vez, Ken e Lisa (mais pela Lisa), e o casal que provavelmente vai se atracar semana que vem Kelly e Christy e Nick e Starr. Fiquei triste pelas eliminações do casal dos velhinhos e dos geeks, mas pelo menos a dinâmica do jogo ficou boa. Se eliminarem o casal Aja e Ty e/ou Andrew e Dan, TAR ficará ainda melhor.

BRAZIL’S NEXT TOP MODEL (S02 E07)
É incrível o quanto essa temporada está bem superior a passada. Os photshoots melhoraram e muito, os convidados são muito bem escolhidos (Amir Slama, Erika Ikezili, Juliana Jabour, Fernando Torquatto), e os desafios feitos para as modelos são também bem mais adequados. Por enquanto, ele só falha no quesito “Melhor Foto”, porque algumas participantes claramente tiram fotos melhores das que eles escolhem, como a Alinne por exemplo, que parece ter o terreno marcado já para uma não-tão-futura eliminação. No mais, Priscila arrasou nesse ensaio fotográfico, tirando uma das fotos mais bonitas desse ciclo. Se antes já tinha chances de chegar no top 3, agora fica como uma boa chance de vencer. Só a Marianna que já podia ter rodado, e não a Rebeca, né?

DESPERATE HOUSEWIVES (S05 E03 “Kids Ain’t Like Everybody Else”)
Acho que essa nova temporada de Desperate Housewives está parecendo bastante com o início da temporada passada. Episódios que giram ao redor de pequenos detalhes, e que não dão muito desenvolvimento para o mistério do ano. Pelo menos, eles apresentam boas situações e momentos entre os personagens. Esse último com a briga entre Susan e Gaby sobre como seus filhos agem numa briga, e McCluskey e Katherine querendo saber mais sobre o novo vizinho foi muito bom. E o anterior foi ainda melhor com a Lynette entrando sem querer na vida amorosa do filho, Gaby tentando manter o pouco que resta da sua vida social. Parece que o avanço dos 5 anos foi muito bom para a série. Ela deu novos ares, mas manteve o clima geral do programa. Tomara que continue assim!

DIRTY SEXY MONEY (S02 E02 “The Family Lawyer”)
Um bom começo para Dirty Sexy Money. Lucy Liu fez sua nova aparição, mas vamos combinar que foi a entrada mais previsível, né? É incrível como a série é mais novelão do que qualquer outra exibida no prime-time americano (acho que vence até mesmo de Ugly Betty). Eu só não entendi o porquê da gêmea do jeremy ainda não ter aparecido. Será que a atriz ficou ocupada com outros trabalhos? Enfim. Pelo menos os que aparecem fazem um bom trabalho, quer dizer, na medida do possível. Donald Sutherland e Peter Krause estão ótimos, mas sou só eu que acha o Blair Underwood muito canastrão nesse papel? Prefiro ele em In Treatment. E ainda não me conformei com a subutilização de Jill Clayburgh. Ela é boa demais pra ser mantida como decoração da série. Espero que agora com o drama do julgamento dela pelo assassinato do pai do Nick, ela comece a ganhar melhores momentos em cena.

GREY’S ANATOMY (S05 E03 “Here Comes the Flood”)
Depois do impecável episódio anterior, Grey’s voltou com um outro bom episódio, mas dessa vez não tão ótimo assim. Quer dizer, foi ótimo ver o chief admitindo o erro deles pelo ano passado, mas ainda está batendo nessa tecla? Não precisava. Aliás, o que não precisa mesmo é Meredith e suas complicações amorosas com o Derek. Chega! Acabou! Fiquem juntos e parem de analisar as coisas. Até o Derek já não tem mais ânimo pra isso. Pior que isso só mesmo o Alex dando a entender que ainda gosta da Izzie. Pelo.amor.de.Deus. Decida-se! Já não basta o casal protagonista ficar no vai-não-vai…

PUSHING DAISIES (S02 E02 “Circus, Circus”)
Não sei porque, mas tive a impressão de que o sucesso subiu à cabeça dos roteiristas, pois nesses dois primeiros episódios de Pushing Daisies, tudo continuou do mesmo jeito, a fotografia, o texto descrevendo a idade específica de todo mundo, revivendo a infância do Ned, e tudo mais. Mas parece que falta alguma coisa. Não está genuinamente romântico e “amoroso” como na temporada passada. Olive jamais tinha que ter ficado fora da ação do programa, espero que volte logo para o Pie Hole. As tias tem que tem um melhor aproveitamento do que ficar saindo e voltando pra torteria. Aliás, acho que a série precisa de uma mudança. O Ned pode até não achar que um novo começo não é bom, mas vai ser muito positivo pro programa.

SURVIVOR: GABON – EARTH’S LAST EDEN (S17 E05 “This Camp is Cursed”)
Eu até ia dizer que essa temporada está boa e tudo mais, mas não aguento quando uma equipe perde muito, e a dessa temporada foi em 4 de 5 conselho tribal. Negação total! Pelo menos tem alguns participantes bons para se torcer como a campeã olimpíca Krystal, a modelo Sugar, o médico Marcus e alguns outros. Teve uma eliminação que me chocou bastante, a da Jacquie, uma pertencente da aliança de 4 da tribo anterior, e uma que também me surpreendeu (só que pelo fato de não ter acontecido), que foi a do GC, já que esperava por uma eliminação certa da Sugar. Próxima semana bem que podia ganhar a Fang, pois já tá me dando agonia vê-los perder sempre.

Anúncios

Read Full Post »

Antes gostaria de explicar porque não fiz uma resenha do episódio passado: simplesmente porque perdi! Aí não consegui ver a reprise de quarta à tarde e quando lembrei de assistir domingo à noite já havia terminado. Porém, o problema não é esse. O problema é saber que um episódio se passou mas a história não mudou patavinas nenhuma. Isso só prova que Dirty Sexy Money é de fato uma novela metida à besta.

Pra quem ainda duvidava, tivemos Nick descobrindo que seu irmão é na verdade o membro da família Darling que ele mais odeia. Oh, que original. Teria sido melhor se fosse a Karen, aí quem sabe poderíamos ter um incesto e aí sim a série teria alguns escândalos de celebridades. Poderíamos fazer uma análise profunda de comportamento (ou então só assistir mesmo como espectadores passivos), mas em vez disso ficamos com o bom e velho truque do irmão desconhecido.

Jeremy e a subtrama do pintor foi a coisa mais ridícula que já vi há tempos. Como se não fosse óbvio: seguindo o papel de uma latina estereotipada, estava claro que Sofia Vergara ia tirar a roupa para um cara que ela mal conhece, mas que é um pintor e faria um retrato dela nua. Mais um ponto para a criatividade! [/ironia]

Já está começando a cansar, roteiristas…

Read Full Post »

107-the_wedding.jpg

Ainda que não tenha melhorado os pontos fracos que citei semana passada, o episódio “The Wedding” foi melhor que os últimos episódios da série. Resolveu alguns conflitos que já estavam se desgastando e iniciou-se outros que são potencialmente bons para o seriado. Uma pena que esse casamento da Karen não tenha servido para nada (talvez para dar um ponto final nesse relacionamento fútil). Mas espero que os roteiristas tenham reservado algo melhor para ela do que tentar conquistar Nick…

Bom saber que a esposa do Patrick já sabe sobre Carmelita, algo que além de repetitivo não estava sendo bem abordado. Agora que os três terão maior interação quem sabe não melhora? Enquanto isso, Brian Jr. volta a ficar com a mãe que retornou do Brasil. Aliás, já perceberam como o Brasil tá na moda? Daniel Meade de Ugly Betty refugiou-se para o Rio, o mesmo lugar que Gaby de Desperate Housewives decidiu passar a lua-de-mel, e agora a “selva” de São Paulo é visitada em Dirty Sexy Money. Interessante, não?

E a rixa entre Simon Elder e Tripp acaba de começar. O que será que o ex-namorado da Old Christine tem escondido nas mangas?

Read Full Post »

106-the_game.jpg

Estou começando a me decepcionar com Dirty Sexy Money. Não me entendam mal, não é como se a série tivesse piorado, ou fosse a nova Heroes da vida. O problema é que a série está deixando de virar um programa de primeira para ser apenas aquele seriado que assistimos quando não tem nada para fazer. Uma pena saber que uma série com Donald Sutherland é apenas boa. Nada além disso.

Talvez o problema seja com o excesso de futilidade da trama. Quer dizer, um seriado que trata sobre o mundinho fútil dos ricos, celebridades e Paris Hilton wannabe não tem como ser intelectualóide. Mas poderia ao menos tirar sarro desse mundo. Em vez disso, ela utiliza essas situações como fios condutores da trama, não como momentos a serem criticados.

Talvez seja melhor focar mais no assassinato do pai do Nick mesmo…

Read Full Post »

105-the_bridge.jpg

Após grandes episódios de Dirty Sexy Money esse foi apenas um bom capítulo. Os grandes destaques que tivemos neste episódio foram das fontes mais inimagináveis, como o núcleo do padre Brian. O personagem é irritante, sem carisma e é praticamente um tormento vê-lo em cena, mas o seu filho na trama é um achado. A cena em que ele se confessa para a esposa de Brian e quando conversa com seu pai na casa de Tripp são emocionantes e muito bem atuada. Um garoto bastante talentoso.

O destaque do episódio seria as duas festas que os irmãos quiseram fazer, mas a verdade é que nenhuma das duas teve um momento marcante, a exceção de Jeremy cantando “All by Myself” de cueca na ponte. Aliás, o episódio pertenceu mesmo a Jeremy, que ainda esteve em duas situações bastante clichês (quando discute com o pai e mais tarde quando pede desculpas), mas conseguiu se superar. Um bom episódio para atores até então um pouco apagados.

Tivemos também Nick indo se encontrar com Simon Elder a respeito do assassinato do seu pai. Mas vamos combinar que essa trama já está ficando desgastada. Ou eles a desenvolvem logo, ou abandonem de vez, porque se continuar assim já deu o que deveria dar…

Read Full Post »

Super Terça

Votação dos EUA? Nada disso! A Super Terça acontece aqui no Brasil mesmo, mais especificamente em nossas tevês a cabo no horário nobre. Já tinha acompanhado os primeiros episódios de Dirty Sexy Money e Damages, mas são duas séries tão boas que mereceram ser revistas. Peter Krause e Glen Close estão ótimos em seus papéis e é um alívio sabermos que ainda veremos mais deles – Dirty terá a temporada completa e Damages foi renovada para mais um ano -, ao contrário do que a audiência americana anda nos aprontando (lembra de Studio 60? É melhor não).

A noite ainda fecha bem com The Daily Show With Jon Stewart, uma comédia inteligente sobre as ações políticas nos EUA e só com algumas semaninhas de atraso (recomendo muito para quem vai prestar concurso e precisa ter noção do que está acontecendo ao redor do mundo, especialmente os EUA). Uma pena que tenhamos que aguentar Ali G no meio, mas nem tudo é perfeito…

noticia-super_terca.jpg
Dirty Sexy Money, Damages e Daily Show: Terça DDD

Read Full Post »

>>

Depois que surgiu o spoiler do furacão em Desperate Housewives, muito se cogitou e domingo que vem será exibido o episódio alarmado como “o melhor do ano”. Foram gastos U$ 500,000 em efeitos especiais para dar mais veracidade à cena e tiveram que fechar o set de gravação por mais de uma semana para que os estragos em Wisteria Lane pudessem ser feitos. A casa de Gabrielle e Carlos (foto), por exemplo, foi uma das que menos sofreu com os ataques do tornado. Especula-se a morte de dois personagens (segundo rumores, serão Victor Lang e Ida Greenberg) e que uma das housewives perderá a casa. Para ler dez páginas que vazaram do roteiro, basta ir neste link aqui.

Fonte: Housewives Desesperadas

>>

Parece que a iniciativa da Sony em produzir Brazil’s Next Top Model rendeu bons frutos. Na sua estréia ficou em segundo lugar entre os canais por assinatura, e com o passar dos episódios vem cravando bons números de audiência. Devido a esse sucesso, o canal decidiu aprovar mais uma temporada e expressou desejo por mais outras duas. As inscrições para o segundo ciclo (como são conhecidas as temporadas desse reality) iniciam-se em março e o segundo ano estréia em maio. Espera-se por mais sigilo, já que diversos spoilers foram divulgados apresentando a vencedora (apesar de que não houve nenhum consenso).

Fonte: Fashion Prime e Revista da TV

>>

O canal a cabo A&E manterá a sua previsão para a estréia de Bionic Woman mesmo com a greve dos roteiristas em voga. A emissora já havia adiado a estréia de outras séries, como Hidden Palms, mas confirma que a refilmagem do programa da década de 70 não será adiada. Há algum tempo, o canal mostrou-se determinado a entrar no filão de séries adquirindo Epitáfio, Angela’s Eyes, Hidden Palms, Numbers e a minissérie de Debra Messing, The Starter Wife.

Fonte: Revista da TV

>>

No dia 19/11 em Nova Yorque ocorreu a 35º edição do International Emmy Awards. O Brasil, que concorria em sete categorias, não levou nenhum prêmio. Uma pena que Antônia, indicado em minissérie, e Por Toda a Minha Vida, indicado em programa de artes, não tenham sido vitoriosos, mas o estímulo por continuar a fazer trabalhos como esses permanece. Mothern, que foi surpreendentemente indicado como drama, também saiu de mãos vazias.

Fonte: Poltrona TV

>>

O canal americano ABC divulgou semana passada que a série Dirty Sexy Money possuirá uma temporada completa de 22 episódios. A série protagonizada por Donald Sutherland, Peter Krause e Jill Clayburgh possui sólidos índices de audiência e já possui um público cativo. O seriado é o primeiro a conseguir pedido de uma temporada completa após o início da greve dos roteiristas. Fica a sugestão para que algum canal brasileiro a adquira.

Fonte: Série Maníacos

Read Full Post »