Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \26\UTC 2008

Post publicado originalmente em 21/05

Acabei de ver o episódio final de Desperate Housewives e estava achando tudo muito bem, até ver os minutos finais que mostram como as donas de casa estão 5 anos após o ocorrido. Spoilers para todo o lado, então se você estiver lendo isso vou dar um tempo para você fugir e pular o post. Pronto. Pulou? Não? Então vamos falar mesmo assim… Eu até gostei da mexida que foi a mudança do Mike para o cara desconhecido (interpretado por Gale Harold de Vanished), dará uma boa sacudida para a Susan cuja trama esteve um pouco caidinha essa temporada. Mas o que diabos aconteceu com Gabrielle? Logo agora que ela subia no meu conceito a cada episódio que passava?  Roupas largadas, sem maquiagem, gordinha e com filhos?? Essa não é a Gabrielle que eu adoro! Tragam ela de volta agora!!

A explicação do mistério dos Mayfair na verdade acabou sendo bastante simples. Após uma grande discussão entre Katherine e Wayne, Dylan acaba morrendo esmagada por uma escrivaninha. Katherine decide então enterrar o corpo da filha num local afastado (mas não conta nada para a polícia para evitar que pensem que ela matou a menina para que o ex-marido não ficasse com ela) e adota uma criança no orfanato muito parecida com a sua filha. Acho que à essa altura todos já esperavam que ela fosse uma outra menina e qua a filha dela tivesse morrido, então pensei que fossem surpreender, mas parece que não.

Falando rapidamente sobre o resto do episódio. Lynette sendo presa foi o cúmulo da sofridão (o que mais falta ela sofrer?), mas pelo menos Kayla foi embora de uma vez por todas. Susan e a história do nome foi ridícula, mas já vimos coisas piores da Susan. Eu adoro Gabrielle, mas essa tramazinha da traficante foi muito sem graça. Só valia mesmo pelas ótimas tiradas que só melhoravam a cada episódio que passava. O que não vai mais acontecer, agora que Gaby terá outras prioridades antes dela mesma. Bree teve uma história boa, mas quem merecia ter sido destaque foi Katherine. Dana Delany deu um show essa temporada toda, mas bem no último episódio, aos 45 do segundo tempo, ela decepciona. Quando ela conta verdade à Dylan não vi desespero nenhum no rosto dela. Quando ela tenta manipular Wayne, não vejo nada além de um olhar de peixe morto (a mesma cara que ela faz nessa foto que ilustra o post, diga-se de passagem). Fiquei decepcionado com ela. Tudo pelo que a personagem batalhou está ali, fugindo ao seu controle, escorrendo pelos seus dedos, e ela não consegue demonstrar nada? É claro que ela chorou aqui e ali, mas no geral foi muito fraco. Vou fingir que não vi nada disso, Dana.

Quem me deu saudades foi Edie, praticamente expulsa de Wisteria Lane episódio passado. Espero sinceramente que Nicolette Sheridan e sua Edie Britt voltem a aparecer na série. Afinal de contas, agora que Gaby virou mãe de família, DH precisará de uma egoísta manipuladora das boas… Resultado final: 1ª temporada: impecável (10), 2ª temporada: mediana (6), 3ª temporada: boa (7), 4ª: temporada: boa (7,5 quase 8,0)

Anúncios

Read Full Post »

Na disputa passada, Melinda Gordon de Ghost Whisperer não teve muitos problemas em manter seu status de musa do trash: perdeu unanimamente para Allison Dubois de Medium na categoria “mulheres que falam com mortos”. Foram cinco votos a zero. Parece que a sra. Dubois pode resmungar o suficiente que mesmo assim não conseguirá se tornar tão odiada quanto Melinda.

Essa semana a disputa continua nas mãos entre as mulheres. Por falar em mulheres, não pense que a batalha vai ser tão tranqüila. Quem disse que mulher é um sexo frágil, com certeza não estava pensando em Wilhelmina Slater, de Ugly Betty, e Blair Waldorf, de Gossip Girl.

A primeira faz de tudo para se tornar a editora-chefe da revista Mode, a bíblia dos fashionistas. E não mede esforços para conseguir o que quer, seja aliando-se a uma transexual filha de um dos donos da revista (sem se preocupar em pensar num jeito de se livrar dela, assim que percebeu que não ia conseguir o que queria), manipulou Christina para que levasse um documento à polícia, incriminando Bradford Meade (dono da editora da revista), virou amante do próprio e ainda o manipulou para conseguir o divórcio, tudo isso sem se esquecer do seu look e de suas rivais no mundo da moda, como a italiana Fábia. Wilhelmina não dá ponto sem nó!

Blair também não fica para trás. Para manter o lema da família Waldorf, Blair não aceita ser contrariada: está sempre certa e quer que todos tenham certeza disso. Infernizou a vida de Serena colocando todos contra a loirinha, fofocou que ela visitava uma clínica de reabilitação, fez Jenny quase ser presa pensando que tudo era só uma brincadeira, massacrou a irmã do Dan, fazendo-a perder o respeito do pai, a confiança das amigas, o namorado de fachada, entre muitos outros. Quando quer ser ruim, Blair consegue ser insuportável. E o pior: ela adora isso!

As duas prometem lutar com unhas e dentes (principalmente unhas). Qual delas é a mais bitch para você?

Read Full Post »

Esclarecimentos…

Eu sei que havia dito que o problema com a internet foi resolvido. “Então porque tanta demora em atualizar, hein sr. Marco?” você deve estar se perguntando. Bom, eu tive que apresentar esta semana na faculdade um trabalho de 40 páginas detalhando o plano de marketing de uma empresa imaginária, que foi um dos trabalhos mais extensos e desgastantes que já fiz. Então eu realmente não tive tempo para outra coisa a não ser ele. Felizmente livrei-me dele hoje, então podemos considerar que o blog está de volta à ativa (quantas vezes eu já devo ter dito isso?).

Esse final de semana pegarei as reprises dos programas que perdi, e já estou providenciando os pilotos “vazados” de Fringe e Life on Mars. Tem mais alguma coisa que vocês indicam?

Read Full Post »

Após uma tarefa desestimulante, em que os participantes deveriam criar uma estratégia de comunicação atrelada a um plano de criação e ajuste de banco de dados, que ficamos sabendo da desistência do Hugo de se tornar o próximo aprendiz do Roberto Justus. E em vez de gerar uma certa surpresa e curiosidade do público em acompanhar o programa, o efeito foi justamente o contrário: será que vai faltar muito pra acabar?

Essa temporada de O Aprendiz, em especial, têm sido bastante decepcionante. Comecemos com a fraca seleção de participantes. Não estou questionando a capacidade deles (mesmo porque sempre foi comum ter alguns participantes medíocres), mas sim a personalidade e postura. Nunca houve tantos participantes apáticos numa edição como essa! E apáticos não só no sentido de não se expressar polemicamente, mas também de não ser contagiado com o clima de competitividade do programa. Semana após semana, nós vemos os participantes estarem apenas cumprindo tabela na hora de realização das tarefas, sem a preocupação de, realmente, dar o melhor de si.

Também pesa um pouco a questão da torcida, pois já estou tão acostumado em ter meus favoritos eliminados que quase não me empolgo com o programa. Fernanda foi embora tão cedo, que quase não rendeu. Adriana infelizmente sentiu saudades do filho. Sandra se exalta e contradiz tudo o que disse a respeito da grosseria e passionalidade do Henrique, o que a leva a iminente eliminação. Até mesmo o Henrique já surge com uma imagem bastante desgastada.

As tarefas também foram uma decepção: podemos citas as lamentáveis tarefa do BOPE, uma tentativa ridícula de chamar audiência, e o quiz da SKY, a prova de como o merchandising pode ultrapassar os limites do aceitável e interferir no padrão de qualidade de um programa.

Depois de temporadas tão boas, esse quinto ano do Aprendiz parece estar gritando por novidades. Esse problema, no entanto, parece já estar sendo resolvido por Justus: “Não quero mais sócios e funcionários. Já temos algumas idéias, vamos pensar em outro formato para o programa”. Alguém tem alguma sugestão?

Read Full Post »

E depois de um hiato, nada melhor do que comentar sobre os novos boatos a respeito do nosso reality mais querido, o Brazil’s Next Top Model. Com o início das gravações programado para Julho, agora começaram as ligações para as semi-finalistas que, vale a pena ressaltar, também parecem ser apenas 20, como o site oficial sugere.
Ninguém sabe quais são as 20 escolhidas, mas já se tem um número sobre as meninas que se inscreveram para o segundo ciclo: 2 500 participantes, conforme informações de Stefania Granito, gerente de marketing do canal Sony. 800 a mais que na temporada passada? Pode ser, mas os rumores dos funcionários internos do programa dizem o contrário. Em vez de aumentar, o número de aspirantes a modelo caiu. Fracasso? Ainda não se sabe, principalmente porque as participantes agora são mais modeletes que antes. Isso mesmo! Segundo rumores, as concorrentes dessa temporada se encaixam melhor no perfil de modelo do que as do ano anterior. Ou seja, ao mesmo tempo que temos menos (ou menas como diria nossa querida adorada Fernanda Motta) meninas, as que se inscreveram são mais fáceis de realmente virarem tops.
Será que isso resolve o problema de “meninas que tenham perfil de top” tão criticado no seu ciclo de estréia? Outros problemas, como a bancada de jurados, foram resolvidos (Erika Palomino continua, mas os sempre ausentes Paulo Borges e Alexandre Herchcovitch serão substituídos). Tomara que “photoshoots mais produzidos”, “melhor edição” e “viagem para o exterior” estejam entre eles!

Read Full Post »

Finalmente!

Problema com internet resolvido! Pensei que os conhecimentos internéticos da minha família fossem melhor do que de fato são. Enfim, podemos agora voltar à nossa programação normal.

Read Full Post »

Por favor, aguarde…

Estamos com problema técnico. Quem mandou ser muquirana e cancelar a Net Virtua sem querer?

Read Full Post »

Older Posts »