Feeds:
Posts
Comentários

THE AMAZING RACE ( S13 E04 “I Wonder If They Like Blondes in New Zealand?”)
Um bom episódio, com boas provas, mas a posição das duplas se manteve quase a mesma durante a corrida. Só me lembro mesmo das divorciadas procurando pelo anão, depois serem ultrapassadas pela dupla rival, os irmãos, mas depois conseguirem avançar bem chegando em 3º após o desafio de pisar no Kiwi. Não animou muito, mas pelo menos a minha torcida continua firme e forte nas primeiras posições, Terence e Sarah. Só me cansei do Ken e Lisa. Já chegaram em 1º três vezes consecutiva. Já deu, né?

AMERICA’S NEXT TOP MODEL ( S11 E09 “Easy, Breezy…”)
Que eliminação surpreendente, não? Geralmente a Tyra deixa ao menos uma negra chegar até o top 3. A única vez que isso não ocorreu foi no ciclo 1 (que Robin foi até o top 4) e 8 (que Dionne foi eliminada também no top 4). Ver Joslyn sair então no top 7 foi bastante inesperado! Até mesmo pela foto spoiler das meninas em Amsterdã. Enfim, o ciclo melhorou um pouco agora que a competição entre as meninas aumentou, e aquela discussão sobre nacionalidade e imigração foi ridículo. Aliás, Sheena caiu bastante no meu conceito: como assim uma batalha entre “o bem contra o mal”? Não é uma edição de vencedora, como muitos apostavam… Mesmo assim acredito que Sheena chegue até o top 3 com McKey e Analeigh logo atrás. As duas últimas são de fato as melhores na competição. É uma pena que McKey seja tão bland e sem personalidade… Pelo menos temos Analeigh para torcer!

BRAZIL’S NEXT TOP MODEL ( S02 E08)
Semana passada já tinha comentado como BrNTM melhorou bastante, mas essa semana chegou no seu melhor episódio da temporada. Uma edição muito boa, um photoshoot criativo, bem feito e com ótimos resultados (o melhor do primeiro e segundo ciclo, vencendo do melhor que até então era o do Futurismo), e continuando a chamar nomes importantes da moda, Oscar Metsavaht, dono da Osklen. Uma eliminação injusta, é verdade, mas já estava preparado pra isso. Só estou contando o tempo para que Marianna vaze. Já deu o que tinha que dar há muito tempo. Priscila (com os anos 40 – Filme Noir) arrasou, Élly (anos 20 – Josephine Baker) também foi ótima, Marianna (anos 30 – Rita Hayworth) surpreendeu, Maíra (anos 60 – Twiggy) também tirou uma boa foto, e até mesmo as que estavam no bottom two, Alinne (anos 50 – American way of life) e Malana (anos 80 – Grace Jones) foram bem. Só Dayse (anos 70 – Black power) que me decepcionou…

SURVIVOR: GABON – EARTH’S LAST EDEN (S17 E06 “He’s a Snake, But He’s My Snake”)
Ótimo episódio. No desafio de imunidade eu já dava como certo a derrota de Fang, mas o avanço que Matty e Kenny deram me animou bastante! Um tapa na cara do Marcus que sempre é o mais esperto nesses desafios (semana passada dando dicas da melhor maneira de arremessar a comida, depois com o desafio do polo e barco aquático, e etc).  Uma pena que perderam no final. Só me preocupa a situação em que Crystal estará na semana que vem. O preview já entregou que ela e Sugar (minhas duas maiores torcidas nessa temporada) serão alvos na hora de conselho tribal. Tomara que alguém acabe sendo blindsideado… Dan já está praticamente fora do jogo (duvido que vão eliminar Susie tão perto da união entre as tribos), mas bem que podia ter uma reviravolta. Essa edição tá muito previsível (que o diga a eliminação da Kelly). Ponto alto do episódio: Kelly dando seu depoimento após ser eliminada, e Crystal levantando um papel com seu voto nela e dando dedo. Fierce as hell!

Zapeando (de volta!)

Saudades? Pois é, minha rotina anda muito complicada recentemente, mas pensei em um novo esquema para não deixar mais que o blog fique muito tempo sem atualizações. Agora em vez de dedicar posts individuais pra cada novo episódio de uma série, decidi reformular essa seção que já existia, adaptando-a para comentar semanalmente sobre as séries e realities que estou acompanhando. Essa primeira “leva” tem poucos programas, porque os outros estou tentando recuperar para acompanhar junto com vocês.

THE AMAZING RACE ( S13 E03 “Did You push My Sports Bra Off The Ledge?”)
Aproveito o espaço para comentar todos os episódios exibidos até agora do programa. O reality começou muito bem, com muitas duplas torcíveis, e foi até legal The Amazing Race ter começado sua corrida aqui no Brasil, apesar de terem mostrado só point de mendigos, né? Cada lugar caído que até os participantes ficaram surpresos com a situação das pessoas. Enfim, de cara já temos a dupla Terence e Sarah que são ótimos (mais pela Sarah), o casal bitch da vez, Ken e Lisa (mais pela Lisa), e o casal que provavelmente vai se atracar semana que vem Kelly e Christy e Nick e Starr. Fiquei triste pelas eliminações do casal dos velhinhos e dos geeks, mas pelo menos a dinâmica do jogo ficou boa. Se eliminarem o casal Aja e Ty e/ou Andrew e Dan, TAR ficará ainda melhor.

BRAZIL’S NEXT TOP MODEL (S02 E07)
É incrível o quanto essa temporada está bem superior a passada. Os photshoots melhoraram e muito, os convidados são muito bem escolhidos (Amir Slama, Erika Ikezili, Juliana Jabour, Fernando Torquatto), e os desafios feitos para as modelos são também bem mais adequados. Por enquanto, ele só falha no quesito “Melhor Foto”, porque algumas participantes claramente tiram fotos melhores das que eles escolhem, como a Alinne por exemplo, que parece ter o terreno marcado já para uma não-tão-futura eliminação. No mais, Priscila arrasou nesse ensaio fotográfico, tirando uma das fotos mais bonitas desse ciclo. Se antes já tinha chances de chegar no top 3, agora fica como uma boa chance de vencer. Só a Marianna que já podia ter rodado, e não a Rebeca, né?

DESPERATE HOUSEWIVES (S05 E03 “Kids Ain’t Like Everybody Else”)
Acho que essa nova temporada de Desperate Housewives está parecendo bastante com o início da temporada passada. Episódios que giram ao redor de pequenos detalhes, e que não dão muito desenvolvimento para o mistério do ano. Pelo menos, eles apresentam boas situações e momentos entre os personagens. Esse último com a briga entre Susan e Gaby sobre como seus filhos agem numa briga, e McCluskey e Katherine querendo saber mais sobre o novo vizinho foi muito bom. E o anterior foi ainda melhor com a Lynette entrando sem querer na vida amorosa do filho, Gaby tentando manter o pouco que resta da sua vida social. Parece que o avanço dos 5 anos foi muito bom para a série. Ela deu novos ares, mas manteve o clima geral do programa. Tomara que continue assim!

DIRTY SEXY MONEY (S02 E02 “The Family Lawyer”)
Um bom começo para Dirty Sexy Money. Lucy Liu fez sua nova aparição, mas vamos combinar que foi a entrada mais previsível, né? É incrível como a série é mais novelão do que qualquer outra exibida no prime-time americano (acho que vence até mesmo de Ugly Betty). Eu só não entendi o porquê da gêmea do jeremy ainda não ter aparecido. Será que a atriz ficou ocupada com outros trabalhos? Enfim. Pelo menos os que aparecem fazem um bom trabalho, quer dizer, na medida do possível. Donald Sutherland e Peter Krause estão ótimos, mas sou só eu que acha o Blair Underwood muito canastrão nesse papel? Prefiro ele em In Treatment. E ainda não me conformei com a subutilização de Jill Clayburgh. Ela é boa demais pra ser mantida como decoração da série. Espero que agora com o drama do julgamento dela pelo assassinato do pai do Nick, ela comece a ganhar melhores momentos em cena.

GREY’S ANATOMY (S05 E03 “Here Comes the Flood”)
Depois do impecável episódio anterior, Grey’s voltou com um outro bom episódio, mas dessa vez não tão ótimo assim. Quer dizer, foi ótimo ver o chief admitindo o erro deles pelo ano passado, mas ainda está batendo nessa tecla? Não precisava. Aliás, o que não precisa mesmo é Meredith e suas complicações amorosas com o Derek. Chega! Acabou! Fiquem juntos e parem de analisar as coisas. Até o Derek já não tem mais ânimo pra isso. Pior que isso só mesmo o Alex dando a entender que ainda gosta da Izzie. Pelo.amor.de.Deus. Decida-se! Já não basta o casal protagonista ficar no vai-não-vai…

PUSHING DAISIES (S02 E02 “Circus, Circus”)
Não sei porque, mas tive a impressão de que o sucesso subiu à cabeça dos roteiristas, pois nesses dois primeiros episódios de Pushing Daisies, tudo continuou do mesmo jeito, a fotografia, o texto descrevendo a idade específica de todo mundo, revivendo a infância do Ned, e tudo mais. Mas parece que falta alguma coisa. Não está genuinamente romântico e “amoroso” como na temporada passada. Olive jamais tinha que ter ficado fora da ação do programa, espero que volte logo para o Pie Hole. As tias tem que tem um melhor aproveitamento do que ficar saindo e voltando pra torteria. Aliás, acho que a série precisa de uma mudança. O Ned pode até não achar que um novo começo não é bom, mas vai ser muito positivo pro programa.

SURVIVOR: GABON – EARTH’S LAST EDEN (S17 E05 “This Camp is Cursed”)
Eu até ia dizer que essa temporada está boa e tudo mais, mas não aguento quando uma equipe perde muito, e a dessa temporada foi em 4 de 5 conselho tribal. Negação total! Pelo menos tem alguns participantes bons para se torcer como a campeã olimpíca Krystal, a modelo Sugar, o médico Marcus e alguns outros. Teve uma eliminação que me chocou bastante, a da Jacquie, uma pertencente da aliança de 4 da tribo anterior, e uma que também me surpreendeu (só que pelo fato de não ter acontecido), que foi a do GC, já que esperava por uma eliminação certa da Sugar. Próxima semana bem que podia ganhar a Fang, pois já tá me dando agonia vê-los perder sempre.

Premieres de Grey’s e DH

“Mas só agora?”. Pois é gente. Devido a fatores externos acabei me ausentando um pouco daqui, mas nada que um recap não recupere, não é mesmo? Aliás, dois recaps, pois essa semana tivemos os primeiros episódios das novas temporadas de Grey’s Anatomy e Desperate Housewives. E que episódios, não?

Grey’s não só teve um ótimo episódio, como também um dos melhores episódios de todos os tempos. Com direito a uma brilhante metáfora em que Shonda Rymes utiliza diálogos do Chief pra expressar a má qualidade da última temporada: “we failed”. Um primor de episódio! Do início ao fim, tudo funcionou muito bem. Christina dizendo que está cansada de Meredith resmungando (e nós também), Alex voltando a ser o bad boy de sempre, Callie e Dra. Hahn virando namoradas… Só tiraria aquela parte em que Christina sonha com ela e Meredith mais velhas. Desnecessário e só serviu pra dar um toque trash ao episódio. Mas, tirando isso, foi um episódio perfeito!

Enquanto que Desperate teve também um bom episódio. Não apelou para momentos muito cômicos, nem para momentos muito dramáticos, mas conseguiu ser bom ao seu jeito. Tenho que dizer que o avanço de cinco anos era exatamente o que a série estava precisando. Deu um novo fôlego pra ela. Assim, as histórias podem mudar, ganhar novos ares, mas sem perder o clima tradicional da série. Lynette desesperada com seus filhos que continuam delinqüentes, a fama subindo à cabeça da Bree, Gaby e seu novo instinto maternal, Susan vivenciando um acidente de carro (e agora que passei por situação semelhante, embora não tenha matado ninguém graças a Deus, entendo-a perfeitamente). Acho que podemos esperar coisas boas da série agora. Principalmente com um novo psicopata por perto: o novo marido da Edie. Que talento para arrumar homens o dela, não?

20h 30 – Demorou, mas antes tarde do que nunca!

20h 32 – Kristin Chenoweth! Ai… Quando eu já acho que me sinto feliz em querer que a Amy Poehler vença… Podia dar empate entre as duas, né?

20h 35 – Laura Dern! Morri… E Ben Harper bem que podia cantar pra ela: booooaaa soooorteeee! </ trocadilho terrível>

20h 37 – Alfree Woodard! Aliás, será que todas as housewives estão aí? Só vi a Eva e a Nicollette…

20h 43 – Essa repórter do E!, Lisa alguma coisa, é o cúmulo da falsidade… “Who you’re wearing?” – “Fulano” – “Oh, I love fulano!” –  Pelamor…

20h 45 – Brooke Shields! Sabe que eu até gostei de Lipstick Jungle? Depois tenho que comentar sobre a série no blog…

20h 46 – Jon Hamm segurando uma garrafinha d’água… Como diria Ingrid Guimarães: “Isso é glamour?”

20h 47 – Gabriel Byrne… Zzzzzzzz Até mesmo no tapete vermelho ele sabe ser chato e vir com esse papo intelectualóide e essa vibe meio “sou-esperto-e-você-não”.

20h 48 – Olá, peitos da Christina Hendricks!

20h 50 – Agora que vi que existem essas notas rápidas comentando sobre os atores… Quer dizer que a Mariska Hargitay fala húngaro? Nossa, que diferente…

20h 54 – Julia Louis Dreyfus! Essa temporada de Old Christine foi tão boa, não?

20h 55 – Droga! Eu tava doido pra ver o vestido dela, mas o câmera só pegou da cintura pra cima. A apresentadora falsa nem pediu pra dar uma viradinha…

20h 56 – Mas acabaram de pedir o mesmo pra Teri Hatcher. Pena que o vestido dela não seja tão bonito assim. Aliás, ela tem uma mania de usar um vestidos que são feios e bonitos ao mesmo tempo, não é?

20h 59 – Cloris Leachman! Pra mim será sempre a avó mal-humorada do Malcolm!

21h 00 – Quotes marcantes de programas de tv. Não entendi váaaaaarias…

21h 02 – Oprah! Acho justíssimo que ela introduza a premiação. Pra mim ela é a atual dona da tv americana…

21h 04 – Heidi Klum, eu te amo! E você arrasa mesmo num terninho!

21h 06 – Gente, diálogos à lá Robert Altman, só dá certo com Robert Altman! Parem com isso!

21h 08 – William Shatner é o que há! E Heidi Klum também arrasa em lingerie!

21h 09 – Tina Fey e Amy Poehler. A Poehler precisa ser contratada pra 30 Rock!

21h 10 – Jeremy Piven DE NOVO? Já perdi a primeira das minhas previsões…

21h 12 – “E se eu ficar falando durante 20 minutos? Essa foi a abertura…” Já está perdoado, Jeremy!

21h 17 – Eu vi esse trecho do Seinfeld no próprio site do Emmy… Que isso? Contenção de gastos?

21h 18 – Agora deu pra ver o vestido dela: simplesmente lindo!

21h 19 – Atriz coadjuvante de comédia (e apareceu um pedacinho rápido da Phoebe Buffay!)

21h 20 – JEAN SMART?? Porra, Emmy… Com tanta gente boa…

21h 26 – Eu gosto tanto da Heidi Klum que até perdôo esses erros ao vivo dela.

21h 27 – Eu heart Desperate Housewives!

21h 28 – ZELJKO IVANEK!!!!!!!! =O ERREI MAS ADOREI TER ERRADO!!!!!

21h 30 – Muitas surpresas, Vini… Torcemos para que as vitórias pelo menos sejam justas!

21h 31 – Ricky Gervais, sabia que ia fazer um comentário sobre o fato de não ter ido ano passado, mas ter vencido.

21h 32 – S. Epatha Merkerson! Adorável!

21h 34 – Ricky Gervais tirando uma com a cara do Steve Carell! Incrível como ele sabe entrar nas jogadas dos apresentadores!

21h 35 – Era ensaiado! =O Ele realmente é um grande ator!

21h 36 – O diretor do Oscar do ano passado também ganhou nessa mesma categoria. Será que é sempre assim?

21h 38 – Até agora errei todas as previsões (e já esperava errar mesmo), mas gostei tanto da vitória do Zeljko Ivanek que até agora estou gostando de tudo. Mentira, Kristin Chenoweth ou Amy Poehler podiam ter levado…

21h 41 – Conan O’Brien aproveita pra dar uma alfinetada na Katherine Heigl: “my joke wasn’t material for emmy worthy”. Hehehehe

21h 43 – Dianne Wiest… Sabia que ela ia ganhar… Nem sei porque apostei na Chandra Wilson =/

21h 45 – Adoro essas introduções para roteiristas de programas de variedades. Todas sempre muito bem feitas e engraçadas!

21h 46 – Wii!!

21h 47 – Gosto muito da amizade entre o Stephen Colbert e Jon Stewart! Os dois são sempre muito espirituosos e honestos quando o outro ganha.

21h 50 – Steve Martin num monólogo sobre um programa aí revolucionário…

22h 02 – Josh Groban num medley de aberturas de séries. Legalzinho! Engraçado que Family Guy foi a única animação desde Os Flinstones a ser indicada aos 10 + de Séries de Comédia, mas aparece mais Os Simpsons e South Park que ela. Aliás, ela não aparece nada…

22h 06 – Alec Baldwin anuncia Atriz em Minissérie ou Telefilme. Torcida para Laura Linney!

22h 07 – Uhul!!! Adoro a Laura Linney!

22h 14 – Gente, o Brad Garret é muito engraçado. Até ele levando torta na cara me faz rir.

22h 15 – Pessoas… Que.quadro.é.esse?

22h 17 – Enfim, depois de um quadro chulé desse, vamos ver quem vence como Programa de Variedades… The Daily Show With Jon Stewart!

22h 18 – Adoro que quando aparece um show que a Sony tem, eles já mostram um quadro na parte esquerda da tv, informando o horário e o dia que passa. Oportunismo rocks!

22h 21 – O ator de Bones tá com uma cara de bunda… O que aconteceu amigo?

22h 21 – Kathryn Joosten (aka Mrs McKluskey) anuncia o vencedor de Direção de Série de Comédia. E ganha Barry Sonnenfeld de Pushing Daisies! Que bom, que ganharam pelo menos nessa categoria, já que no resto (nas mais importantes) ele não tem a menor chance…

22h 24 – E Tina Fey sobe ao palco pela primeira vez da noite (roteiro de série de comédia)! Quantas outras vezes ela irá ganhar? Façam suas apostas!

22h 33 – Blábláblá Votem direito na eleição desse ano blábláblá Por favor não votem em McCain!… Tá tudo nas entrelinhas gente…

22h 35 – Christina Applegate (tomara que ganhe o seu Emmy hoje) anuncia vencedor de Telefilme. E ganha Recount. Recount? Que filme é esse minha gente…

22h 42 – O Jeff Probst tá  muito ruim…  Errando as palavras… Tomara que essa onda do Emmy de escolher os apresentadores pelos indicados não continuem!

22h 43 – TOM WILKINSON! O ator que mais gosto (perdendo apenas pra Gael Garcia Bernal)! Pena que não estava lá para discursar…

22h 48 – E pra terminar Minissérie e Telefilme: roteiro para John Adams e direção pra Recount.

22h 54 – E o que Sandra Oh e Patrick Dempsey tem a ver com Mash?

22h 57 – “Lets read these funny lines they wrote for us” Genius!

22h 59 – Vejamos se The Amazing Race ganha mais uma vez…

23h 00 – C*!!! Vamos trocar o disco minha gente… Pelamor…

23h 01 – Eu adoro a Sally Field, mas esse vestido deixou ela ainda mais matrona. Ela não precisava de uma roupa que a envelhecesse… PS- Tom Hanks é produtor de John Adams? Hum… Tomara que essa minissérie passe na HBO daqui.

23h 08 – Heidi Klum, você não é uma boa apresentadora cômica ao vivo, mas te adoro mesmo assim.

23h 08 – Chenoweth e Patrick Harris! Ótima química a deles… Nossa! Ganhou Don Rickles? Jurava que a Fey fosse ganhar… Nunca vi uma premiação que gostasse tanto dos seus atores “experientes” que o Emmy…

23h 16 – House para Direção em Drama, e Mad Men para Roteiro em Drama. Primeiro prêmio de Mad Men da noite (será?)

23h 23 – Vamos acabar logo com esse Minissérie ou Telefilme porque já não aguento mais isso… Paul Giamati vence logo!

23h 23 – Dito e feito! Alguém mais achava que ele não fosse vencer? Só se fala em John Adams… PS- Eu sou o único que acha Paul Giamati um pouco superestimado?

23h 25 – Ator em Comédia. Vejamos quem ganha… ALEC BALDWIN!! Finalmente eu acerto uma previsão!

23h 27 – Atriz em Drama. Só pode dar Glenn Close. GLENN CLOSE!! Aêeeee!

23h 37 – Ator em Drama. Torcida pra Bryan Cranston!!

23h 39 – =OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO BRYAN CRANSTOOOOOOOONNNN VITÓRIA MAIS JUSTA DA NOITE!!!

23h 41 – Atriz de Comédia. Torcida para Applegate!

23h 41 – Affe, uma das poucas categorias que resolvo arriscar, dá favoritismo… Ainda assim é uma vitória justa!

23h 43 – Torcida pra Heidi Klum!

23h 45 – O-D-E-I-O esse “continuamos após os comerciais”…

23h 49 – Aff… Podia ter dado Heidi…

23h 53 – Série de comédia. Vamos acabar logo com isso…

23h 54 – 30 ROCK! Super merecido!

23h 56 – Série de Drama… Mad Men?

23h 56 – MAD MEN it is… Boa, mas não merecia não.

E com isso acabamos a nossa cobertura! Amanhã um rápido post comentando sobre a cerimônia e um post apenas para as roupas dos indicados e convidados dessa 60ª premiação do Emmy.

Sem delongas, porque já começou o red carpet!

SÉRIE
30 Rock (“Cooter”)
Curb Your Enthusiasm (“The Bat Mitzvah”)
Entourage (“The Day F***ers”)
The Office (“Local Ad”)
Two and a Half Men (“Rough Night in Hump Junction”)

Pushing Daisi… Opa! Ah é, os votantes esnobaram ela… Bom, mesmo que 30 Rock não tenha tido uma temporada tão boa quanto a passada, ainda é uma das melhores comédias no ar. Se dependesse de mim, também colocaria Old Christine e Housewives na disputa, mas acho que os membros do Emmy devem ter algum caso de amor escondido pelo Charlie Sheen. Quer dizer, Two and a Half Men again?

ATOR
Alec Baldwin, 30 Rock (”Rosemary’s Baby”)
Steve Carell, The Office (”Goodbye, Toby”)
Lee Pace, Pushing Daisies (”Pie-lette”)
Tony Shalhoub, Monk (”Mr. Monk and the Naked Man”)
Charlie Sheen, Two and a Half Men (”Is There a Mrs. Waffles?”)

Esqueça Tony Shalhoub! A disputa aqui é entre Steve Carell e Alec Baldwin. Mesmo com o sucesso de Carell e os boatos negativos em torno de Baldwin, acho que os votantes se lembrarão do chefe louco de 30 Rock, em vez do chefe louco de The Office. Por mim, dava empate e ganhava os dois! Eles merecem…

ATRIZ
Christina Applegate, Samantha Who? (”The Restraining Order”)
America Ferrera, Ugly Betty (”Odor in the Court”)
Tina Fey, 30 Rock (”Sandwich Day”)
Julia Louis-Dreyfus, New Adventures of Old Christine (”One and a Half Men”)
Mary-Louise Parker, Weeds (”Bill Sussman”)

Mesmo sabendo que Samantha Who? foi boa de audiência só por causa de Dancing With The Stars, vou arriscar com Christina Applegate. Tina Fey está no seu auge, por cima da carne seca, mas acho que essa categoria vai ter aquela shocking revelation (além do mais porque foi a única categoria ano passado que não surpreendeu). Applegate também foi diagnosticada com câncer de mama recentemente, então isso também pode ter pesado a favor dela.

ATOR COADJUVANTE
Jon Cryer, Two and a Half Men (“Meander to Your Dander”)
Kevin Dillon, Entourage (“The Dream Team”)
Neil Patrick Harris, How I Met Your Mother (“The Goat”)
Jeremy Piven, Entourage (“The Day F***ers”)
Rainn Wilson, The Office (“Money”)

Neil Patrick Harris nem é o meu candidato preferido, mas vamos combinar que já cansei de ver Jeremy Piven subindo ao palco (mesmo que ele mereça). E ainda vai ser boa para a série, porque How I Met Your Mother precisa de um bom aumento no ibope…

ATRIZ COADJUVANTE
Kristin Chenoweth, Pushing Daisies (“Girth”)
Amy Poehler, Saturday Night Live (“Tina Fey”)
Jean Smart, Samantha Who? (“The Girlfriend”)
Holland Taylor, Two and a Half Men (“Media Room Slash Dungeon”)
Vanessa Williams, Ugly Betty (“Bananas for Betty”)

A categoria mais difícil dessa edição! Pessoalmente, acho que a melhor é com certeza Kristin Chenoweth, mas eu gostaria de ver Amy Poehler vencendo simplesmente por fazer história no Emmy, já que é a primeira vez que uma atuação cômica desse gênero é classificada para esta categoria. Se fosse depender de mim, aconteceria mais um empate aqui e as duas venceriam!

Em menos de poucas horas nós finalmente poderemos jogar a pá de cal na temporada 2007/2008 da tv americana. Os vitoriosos serão anunciados e nossa listinha de injustiça e reclamações ocorrerá junto com a transmissão do nosso querido canal Sony (vamos torcer para que pelo menos agora a emissora não dê problema nenhum, não é mesmo?).

Queria ter feito algumas edições e ter tido mais tempo para fazer, mas atualmente minha vida anda muito complicada (basta ver há quanto tempo que não atualizo meu outro blog… Aliás, melhor não!). E, assim como ano passado, também farei aqui uma cobertura ao vivo comentando sobre os meus acertos e erros (se bem que na última edição foram muito mais erros do que acertos). Enfim, sem mais delongas, comecemos as previsões! Primeiro, na categoria de drama:

SÉRIE
Boston Legal (“The Court Supreme”)
Damages (Pilot)
Dexter (“The Dark Defender”)
House (“Frozen”)
Lost (“The Constant”)
Mad Men (Pilot, “Smoke Gets in Your Eyes”)

Barbada do ano? Provavelmente! Mad Men já é tida como a nova Soprano. Um exagero, caso você pergunte o que eu acho disso tudo. A série é boa, sem dúvida nenhuma, mas não é a melhor do ano não. Não chega a ser a melhor nem desse grupo! Para mim Damages fez uma temporada muito mais completa, mais superior, tanto na questão de atuações, quanto na questão de roteiro. E nós também tivemos a temporada mais consistente de Lost desde a primeira temporada. Mesmo assim, não acho que possa dar outra além de Mad Men.

ATOR
Gabriel Byrne, In Treatment (“Paul and Gina: Week 4”)
Bryan Cranston, Breaking Bad (“Pilot”)
Michael C. Hall, Dexter (“There’s Something About Harry”)
Jon Hamm, Mad Men (“The Wheel”)
Hugh Laurie, House (“House’s Head”)
James Spader, Boston Legal (“The Court Supreme”)

Lembram do susto ano passado quando James Spader venceu pela terceira vez? Esse ano ele pode repetir a dose, já que seu episódio submetido é nada menos que ótimo. No entanto, prefiro apostar em Hugh Laurie por dois motivos: 1) Já passou da hora do Hugh ganhar e acho que todos têm consciência disso; e 2)Spader já é figurinha repetida, né? Vamos mudar um pouco… Além do mais esse episódio de Hugh ele está muito bem. Mas a grande verdade é que nenhum deles merece o prêmio tanto quanto Bryan Cranston, que só de estar na lista merece uma salva de palmas. Bem que podia surpreender!

ATRIZ
Glenn Close, Damages (“Pilot”)
Sally Field, Brothers and Sisters (“History Repeating”)
Mariska Hargitay, Law & Order: Special Victims Unit (“Undercover”)
Holly Hunter, Saving Grace (“Tacos, Tulips, Duck and Spices”)
Kyra Sedgwick, The Closer (“Manhunt”)

Acho que essa é a maior barbada dessa edição. E tem como não dar Glenn Close? Vamos pra próxima categoria…

ATOR COADJUVANTE
Ted Danson, Damages (“Jesus, Mary and Joe Cocker”)
Michael Emerson, Lost (“The Shape of Things to Come”)
Zeljko Ivanek, Damages (“I Hate These People”)
William Shatner, Boston Legal (“Mad About You”)
John Slattery, Mad Men ( “Long Weekend”)

Acho que aqui também há uma vitória bem garantida, dessa vez para Ted Danson. O único que gostaria de ver surpreender é Zeljko Ivanek que conseguiu brilhar em todas as suas cenas e fazer um ótimo personagem em Damages. De resto, acho que os outros poderiam muito bem se contentar com as suas indicações.

ATRIZ COADJUVANTE
Candice Bergen, Boston Legal (“The Mighty Rogues”)
Rachel Griffiths, Brothers and Sisters (“Domestic Issues”)
Sandra Oh, Grey’s Anatomy (“The Becoming”)
Dianne Wiest, In Treatment” (“Paul and Gina: Week ?”)
Chandra Wilson, Grey’s Anatomy (“Lay Your Hands on Me”)

Já passou da hora da Chandra Wilson ganhar algum prêmio pela Miranda Bailey além do SAG Awards. Ela praticamente carrega a série nas costas, principalmente nessa última temporada em que até mesmo Sandra Oh decepcionou. Entretanto, não consigo achar que Dianne Wiest apareceu somente para fazer número na lista. Talvez ela possa sair vencendo também! 

 

Episódio de makeover: chororô à vista! Se bem que a choradeira desse ciclo até que teve uma justificativa. A Elina era perfeita antes com aquele cabelo liso e preto, mas Tyra conseguiu estragar tudo com aquela makeover ridícula! Não me admira Mrs. Jay dizer que “it was a first in Top Model history“. Quero dizer, palavras não conseguem expressar o desastre “cabelístico” que fizeram na pobre Elina… Acho que essa conta matemática consegue explicar melhor o que aconteceu com o cabelo dela:

Torcemos para que ele não ganhe vida e tome controle dela! 

Felizmente, todas as outras garotas receberam boas makeovers. McKey finalmente se livrou daquele cabelo terrível e está muito melhor agora. Numa vibe meio Linda Evangelista e “we don’t wake up for less than US$ 10,000 a day“. Quem também se saiu muito bem com as transformações foram Clark e Samantha. Hannah ficou um pouco estranha, mas quando ela bagunça o cabelo fica melhor. Sheena ficou com um visual mais sofisticado, enquanto que Marjorie ficou tão boa quanto antes. O resto nem mudou muito. Decepcionante? Sim, mas pelo menos não ficaram umas monstrinhas.

As fotos dessa semana ficaram boas, mas uma pena que nenhuma tenha ficado perto do tema “Sports Illustrated”. Elas deveriam ter pego algumas dicas com Fernanda Motta (que já posou quatro vezes para a edição). Minha foto favorita da semana é essa que ilustra o post, da McKey. Injustiça não ter sido chamada primeiro! Talvez Tyra tenha percebido o desastre que fez e quis fazer um agrado para a Elina, dando a ela o título de “melhor foto”.

E semana que vem? Eliminação dupla! Sendo uma delas logo após o challenge da semana. Quem será que vai embora?